Notícias

O impacto da tecnologia nos tratamentos odontológicos

O avanço tecnológico em todas as áreas vêm facilitando as atividades do nosso dia-a-dia, encurtando distâncias e, principalmente, revolucionando os tratamentos na área da saúde, em especial, nos tratamentos odontológicos e ortodônticos.

Na odontologia, por exemplo, o emprego da tecnologia vem contribuindo consideravelmente, não somente para resultados mais satisfatórios, como para a melhoria das condições de trabalho do cirurgião-dentista. Também a biossegurança avançou muito, e muitas atividades foram facilitadas e aceleradas com essas mudanças.

Hoje, uma pessoa pode fazer implantes de todos os dentes em pouco tempo, o que antes era um tratamento que poderia levar anos anos, máquinas fazem em algumas horas uma prótese dentária ou uma lente de contato dental, por exemplo; anestesias computadorizadas amenizam o medo que os pacientes têm de irem ao dentista; há tratamentos a laser para o clareamento dos dentes, para tratar rapidamente lesões na boca; e na ortodontia obtém-se tratamentos mais eficazes com uso da computação no planejamento de um sorriso mais harmônico.

Na prática, essa transformação trás para a odontologia alguns aspectos a serem observados: primeiro, requer profissionais ainda mais qualificados e atualizados, para exercerem as suas atividades, de modo que possam melhor utilizar cada ferramenta em prol do bem estar dos seus pacientes.

Convém observar ainda que, com o fácil acesso às tecnologias, diferentes clínicas podem apresentar uma similaridade entre os tratamentos oferecidos. Porém, é preciso observar quem são as pessoas que realizam o trabalho. Além do aperfeiçoamento técnico, conta a experiência, o sucesso nos tratamentos realizados, a empatia com seus pacientes, o cuidado em cada detalhe, do agendamento à finalização.

Ou seja, quando saúde e bem-estar estão em jogo, as pessoas continuam sendo o diferencial por trás de todas as novidades tecnológicas. A tecnologia veio para facilitar e trazer mais eficiência e técnica à prática odontológica, sim, mas não substitui a pessoa que analisa, planeja e realiza os procedimentos para entregar o resultado que o paciente procura.